segunda-feira, 25 de março de 2013

Brito de Baixo, concelho de Vinhais

 

Nesta pequena aldeia nasci.
Daqui, quis o destino que saísse, menina ainda.
Vivi pouco tempo neste paraíso.
Sempre que aqui volto,
é como se não tivesse saído.
Respiro a minha essência
a minha alma rejubila
como se anjos celestes
aqui habitassem
por estes pequenos montes
por estas encostas...
Este escadario conduz-nos a uma pequena capela construída para cumprimento de uma promessa.
A Nossa Senhora de Fátima foi consagrada.
As rochas nuas onde, teimosamente, nascem árvores, encantam-me.
Inebria-me a sua beleza simples,
tão despojada de vaidades.
Os caminhos não são fáceis de calcorrear.
A natureza é agreste.
Este é o seu casario.
Casas simples, pequenas,
abraçadas umas às outras, interdependentes,
como almas gémeas.

Mara Cepeda

Sem comentários:

Enviar um comentário